quarta-feira, 18 de maio de 2011

Marcos e história da Great Western of Brazil Railway Company

  Embora muitos ainda não conheçam sua história, a Great Western foi uma empresa de grande influência no estado de Pernambuco. Quem não conhece o Cemitério dos Ingleses? Alguém já ouviu falar na atual Escola Técnica Maximiano Accioly Campos, em Jaboatão, do Caxangá Golf & Country Club, no Ferroviário Esporte clube? Pois é, todos esses lugares e outros mais tiveram influência da G.W.B.R.. Agora pode-se perceber a influência da mesma "fora das ferrovias".
  O início da Great Western remonta meados do séc. XIX, mais precisamente na década de 1870, quando capitalistas ingleses se reúnem em Londres a fim de criar uma companhia para explorar ferrovias no Nordeste brasileiro, espelhada na empresa de mesmo nome existente na Inglaterra desde 1835.
  Em 20 de setembro de 1881 é inaugurado o primeiro trecho ferroviário construído por essa companhia, entre Recife e Limoeiro. A estação do Brum, ponto de partida dessa ferrovia e marco de início da G.W.B.R. resiste até hoje nas proximidades do forte de mesmo nome, no Recife, com seus quase 130 anos, sem trilhos, apenas como a lembrança.
  O que se pode considerar como marco final dessa empresa é a estação de Afogados da Ingazeira, no Sertão do Pajeú. A mesma foi inaugurada a 29 de março de 1949, na Linha Centro. No ano seguinte a G.W.B.R. entregou suas linhas ao governo decretando falência.
  Estes dois marcos existem até hoje e curiosamente refletem em seus estados de conservação seus momentos e inauguração: Brum, o início (bem conservada até, funciona como museu); Afogados da Ingazeira, o declínio (não tão conservada e meio abandonada).


Estação do Brum (Arquivo pessoal - 2009)


Dístico da estação de Afogados da Ingazeira (Arquivo pessoal -  janeiro/2010)


A estação de Afogados da Ingazeira e seu pátio (Arquivo pessoal - janeiro/2010)

Um comentário:

  1. O livro 'A GRETOESTE: A história da rede ferroviária Great Western of Brazil' foi lançado em Natal, João Pessoa, e no Museu do Trem no Recife em maio. 350 páginas, 36 fotos/ilustrações. Está disponível no site da Editora Ideia. R$50, incluindo frete para qualquer endereço no Brasil. http://www.ideiaeditora.com.br/loja/educacao/a-gretoeste-a-historia-da-rede-ferroviaria-great-western-of-brazil/

    ResponderExcluir