terça-feira, 23 de outubro de 2012

Estações ferroviárias fantasma em Pernambuco

  Prédios que outrora foram de grande importância para o progresso de nosso estado, serviram como ponto de embarque e desembarque de passageiros e cargas. De edificações mais robustas a simples paradas com prédios bem singulares ou pequenas coberturas; dessa forma foram construídas nossas estações ferroviárias, cada uma com suas particularidades, elaboradas de acordo com o tráfego cujo fossem responsáveis por atender, seja em pequenos povoados como Mimoso e Ipanema em Pesqueira, em cidades de tamanhos variados como Salgueiro, Catende, Timbaúba, ou em cidades de maior densidade demográfica como Recife, Jaboatão, Cabo. Uma coisa é certa, todos esses pontos de parada tiveram sua importância, porém hoje nem todos são valorizados como deveriam.
  Pernambuco já chegou a ter mais de 130 pontos ferroviários contando com postos telegráficos, paradas e as estações com prédio (houveram pontos de embarque apenas com uma simples cobertura, sem edificações mais complexas). De todas essas construções muitas se transformaram em verdadeiras construções fantasma.
  Veja a seguir algumas dessas "estações fantasma":

1 - Estação Felipe Camarão (Linha Centro - km 522)

A estação de Felipe Camarão, com destaque para a cobertura da plataforma. (Foto: Arquivo pessoal - Janeiro de 2012).

De uma das extremidades da plataforma de Felipe Camarão podemos ver o prédio da estação e a grande vala das obras da Transnordestina. (Foto: Arquivo pessoal - Janeiro de 2012).
  A estação de Felipe Camarão, construída e inaugurada entre o fim da década de 50 e o início da década de 60 do século passado. Desativada há mais de 15 anos, hoje sem seus trilhos, sem portas e janelas, com praticamente todo o teto já saqueado, é uma estação fantasma à beira do leito da Ferrovia Transnordestina, a qual passa onde ficavam a vila ferroviária de a casa do chefe da velha estação.

2 - Estação São Serafim (Linha Centro - km 479)
Estação Ferroviária de São Serafim, no município de Calumbi em pleno Sertão do Pajeú  (Foto: Arquivo pessoal - Janeiro de 2012).

Vista da plataforma da estação de São Serafim. (Foto: Arquivo pessoal - Janeiro de 2012).

As ruínas da velha estação ao fundo. (Foto: Arquivo pessoal - Janeiro de 2012).
  Mais uma estação fantasma registrada pelo Projeto Memória Ferroviária de Pernambuco foi São Serafim, no município sertanejo de Calumbi. Fica localizada a cerca de 1 km da centro comercial da cidade, mas a sensação é de se estar a vários quilômetros da urbanização. Com exceção de umas poucas casas, algumas abandonadas e de alguns caprinos, o local é realmente muito esquisito. As casas da vila ferroviária e casa do chefe da estação foram demolidas, o local onde ficavam forma um longo pasto onde ainda existem algumas ruínas de tais construções. Os trilhos ainda existem, da mesma forma reservatórios subterrâneos para armazenar água que compunham o conjunto ferroviário. O edificação principal da estação não tem mais portas e janelas nem seu teto. Partes das paredes já vieram a baixo, porém a maior parte continua de pé resistindo a ação do tempo.

3 - Estação Iguaraci (Linha Centro -  km 381)

O centenário Luiz Gonzaga, pintado numa das extremidades laterais da estação de Iguaraci. (Foto: Arquivo pessoal - Janeiro de 2010).

Trilhos e plataforma da estação de Iguaraci. (Foto: Arquivo pessoal - Janeiro de 2010).


  A pintura do rosto de Luiz Gonzaga numa das laterais da estação de Iguaraci é apenas ilusória da real situação da estação. A mesma perdeu já praticamente todo seu telhado e suas portas e janelas, pelo que se observa tudo indica que foi por meio de furtos. A estação não fica tão distante da cidade, porém suas proximidades são um pouco desertas; tal condição e a situação de conservação do prédio caracterizam mais uma estação fantasma no Sertão do Pajeú.
  É realmente lamentável tais prédios estarem nessa condição de abandono, porém há muitos outros além dos citados acima nesta situação, o que é realmente triste pelo fato de essas edificações guardarem parte importante da nossa história e pelo muito que serviram aos pernambucanos em geral.

Um comentário:

  1. recupere essa estação que tem a pintura com Luiz Gonzaga .mantenha essa memória viva que falta de bom senso ! prefeito não vai gastar rios de dinheiro só boa vontade .ei amantes da ferrovia se mexam faça protestos vá luta ,não seja moscas mortas kkkkkkkkkk

    ResponderExcluir