quarta-feira, 9 de maio de 2012

A ponte de trem no vale de Mimoso

  Neste ano, completam-se 100 anos da chegada do trem em Arcoverde. Até que isso fosse possível, em 1912, a Estrada de Ferro Central de Pernambuco (depois Linha Centro) teve que vencer inúmeros obstáculos naturais, a exemplo da Serra das Russas entre Pombos e Gravatá. Um ano antes, em 1911, era inaugurada a estação de Mimoso, localizada a cerca de 18 quilômetros da estação de Arcoverde, uma distância relativamente curta, mas que ainda reservava aos engenheiros da Great Western (empresa concessionária da Linha na época), alguns desafios. O principal destes desafios estava a apenas um quilômetro e meio da estação de Mimoso: transpor um vale entre os montes da região. Para isso foi necessário construir, em meio a caatinga mais uma obra de arte; dessa vez uma ponte de 130 m de comprimento em linha reta. A altura máxima dessa construção com relação ao solo se aproxima dos 20 m. A imponente construção tem uma estrutura de ferro no seu vão apoiada sobre pilares de tijolos de pedra.
  O Projeto Memória Ferroviária de Pernambuco visitou a construção em fins de Outubro de 2011. Um pouco antes do local da ponte, que permanece intacta, nota-se um trecho em que os trilhos foram roubados, restando apenas o caminho de terra. Notamos também a presença de restos de dormentes do trecho em que os trilhos foram roubados. Trouxemos conosco, como lembrança, um apetrecho utilizado na fixação dos trilhos aos dormentes na via férrea e que estava jogado próximo a ponte.

Trajeto da ferrovia entre a ponte e a estação de Mimoso. (Imagem: Google Earth - 2002) 


  Veja a seguir o vídeo que fizemos em nossa visita a ponte ferroviária em Mimoso.


Um comentário:

  1. quem vai comemorar a reativação da ponte ferroviária de mimoso, vai ser saci pererê ,papai noel ,a cuca,marcianos,e a mumia do egito kkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir